Páginas

sexta-feira, 12 de março de 2010

NO (E EM) PRINCÍPIO ERA BATISTA

Fiz questão de publicar este texto de meu amigo Edvar Gimenes.
Este texto é de uma perpscácia fantástica: Expressa perfeitamente o espírito independente ante as tendências partidaristas que atacam as personalidades inconclusas, porém ávidas de uma âncora que nunca será possível alcançar.
 
 
NO  (E EM) PRINCÍPIO ERA BATISTA
 
Depois surgiu um grupo que era, além de batista, bíblico.
Não fui com eles, então disseram que eu era herege.

Surgiram então os regulares, ortodoxos.
Não fui com eles e disseram que eu era irregular, hétero...

 
Surgiram os conservadores.
Não fui com eles, então me carimbaram como progressista.

Surgiram então os do 7º dia.
Não fui com eles, pois não queria ser sabatista, só batista.

 
Surgiram então os renovados.
Não fui com eles e disseram que eu era tradicional.

Surgiram então os reformados.
Não fui com eles e disseram que eu era envelhecido, rachado, engoteirado.

 
Surgiram então os fundamentalistas.
Não fui com eles e disseram que eu era liberal.

Surgiram então os neo e os pós-pentecostais.
Não fui com eles então disseram que eu era um "Brastemp", racionalista.

 
Surgiram os "com propósito".
Não fui com eles, então disseram que eu estava vagando, sem direção.

Surgiram também os da "Rede".
Não cai nela e disseram que estava me afogando.

 
Surgiram os do G12.
Não fui com com eles, por isso disseram que eu era cego, sem visão.
 
Mantive-me no que outrora classificavam como tradicional,
Sabendo que a história não havia chegado ao final,
 
Eis que surgem os históricos.
Será que receberei o adjetivo "a-histórico" (ou "Anistórico"?)
ou soará melhor "pré-histórico"?

 
Bem, outros tipos de batistas existem por aí
E muitos novos pra sempre surgirão.
Não vou com eles nem contra eles,
Pois isto também é ser batista: poder ir ou ficar livremente

 
Sou batista porque ser batista é não ter,
Mas poder ser a própria crise de identidade e se aceitar e se assumir assim.
É conviver como que "quanticamente", num harmonioso estado de tensão,
Inclusive na contramão dos apocalipsistas de plantão.
Se alguém se ofender, peço, antecipadamente, perdão,
Pois não foi esta a minha intenção!!!

Edvar
http://blogdoedvar.blogspot.com/
www.ibgraca-ba.com.br

Um comentário:

rogerio siqueira disse...

ola prof. em fim visitei seu blog, gostei mt, estarei sempre apreciando. um abç. rogerio (stbp)